Let´s get personal: My Skin Story.

Wednesday, August 12, 2015


Skin problems. I've never been that girl who worries too much about skin care. I was used to moisturize my skin with day or night cream and occasionally a more targeted cream for my acne. I had combination to oily skin. From a few months ago, problems have begun. Due to a combination of stress and medication I have to do every day, it caused a major change in my skin. The oily skin I once had was gone and it appeared to be dry and extremely sensitive. In a short time I had to learn to take care of it, but nothing too dramatic. Of course, it couldn´t be just this. From one day to another, I noticed some huge red spots, concentrated in my cheekbones, which simply would not go away for anything! But wait, this does not end here. The days passed and as much as I moisturized my face, it started to hurt really bad. Sick of this whole situation, I decided to seek medical help and so I made an appointment at a dermatologist. And thankfully I did, I discovered that I have a chronic skin disease with no cure (for now), rosacea.
It's not something I like to share, only my closest friens and boyfriend know about this but I was already thinking about sharing it with you, hoping to help those who are going through the same problem as me. Now, having rosacea is no shame. There is no reason to hide your face or feel the need to overload the skin with makeup that ultimately gets the situation even worse. I know it's hard, but only depends on us to get comfortable with our skin, no one is perfect.

If you want me to share the routine for my rosacea, tell me in the comments down below!



Problemas de pele. Nunca fui pessoa de me preocupar em demasia com a minha pele. Lá usava um creme de dia, outro de noite e ocasionalmente um creme mais direcionado para as borbulhas que lá iam aparecendo. É de notar que eu tinha pele mista a oleosa. De há uns meses para cá, os problemas têm aparecido. Devido a uma combinação de stress e uma medicação que tenho de fazer todos os dias, provocou uma grande alteração na minha pele. Passei de uma pele oleosa a uma pele seca e extremamente sensível. Num curto espaço de tempo tive de aprender a cuidar da minha pele, mas nada de muito drástico. Claro está que o azar não podia ficar por aqui. De um dia para outro começaram a aparecer-me manchas vermelhas, concentradas na zona das maças do rosto, que simplesmente não desapareciam por nada deste mundo! Mas esperem, isto não acaba aqui. Há medida que foram passando os dias e por muito que eu hidratasse a cara, ela começou a esfolar, mas a esfolar de uma maneira absolutamente dolorosa. Farta de toda esta situação, resolvi recorrer a ajuda médica e marquei portanto uma consulta numa dermatologista. E ainda bem que o fiz, vim a descobrir que tinha uma doença de pele crónica e sem cura (por enquanto), a rosácea.
Não é algo que eu goste de partilhar, só as pessoas mais próximas é que sabem disto porém já andava a pensar em partilhar isto convosco, na esperança de ajudar quem esteja a passar pelo mesmo problema que eu. Desde já vos digo, ter rosácea não é vergonha nenhuma. Não há motivo nenhum para esconder a cara ou sentir necessidade de sobrecarregar a pele com maquilhagem que acaba por agravar a situação. Bem sei que é difícil, mas só depende de nós conformarmo-nos com a nossa pele, ninguém é perfeito.

Se quiserem que eu partilhe convosco a minha rotina para combater ao máximo a rosácea, digam-me nos comentários!

Love, Inês

You Might Also Like

0 comentários